As Bases do BDSM, saindo da ilusão

Falar sobre as bases  do BDSM é complicado, porem ultimamente uma legião de praticantes mais recentes, estão se tornando cada vez mais bitolados em siglas e em regras que surgiram na última decada e propagando as vezes por propria ignorância dos fatos,  como se essas regras fossem a BASE do BDSM.

 

Nomeclaturas e regras  que na teoria são legais mas na pratica tem pouco ou quase nenhuma utilidade viraram a coqueluche de sites e grupos de discussão, e muitas pessoas fazem questão de  decorar esse monte de siglas pra dizer que conhecem muito de BDSM.

 

Primeira coisa que alguem que chega tem que entender é , O BDSM ja existe a decadas antes de inventarem essa sopa de letras. 

Talvez seja a Base do que chamam de New BDSM, mas nunca e jamais serão a base do BDSM tradicional.

 

Palavras como TPE, PPE, EPE  tentam passar a imagem que só existe só tres tipos de Ds, e que elas evoluem em Saltos, qualquer pessoa depois de um pouco de vivência,  percebe que existe dezenas e dezenas de tipos  de Ds, moldada exclusivamente pelo TOP, conforme sua capacidade e desejo de domínio, toda Ds evoluí conforme a entrega, ela sempre  evoluí de forma linear e expansiva e não em três degraus.

 

 Outras siglas muito divulgada pelos Doutores, como base do BDSM são  SSC , RISC E RACK, bem dizer que  existem praticas mais perigosas que outra é de total uma inverdade. A primeira coisa que o simpatizando do BDSM tem que ter na cabeça é que  TUDO NO BDSM É PERIGOSO DE ALGUMA FORMA OU OUTRA, FíSICA OU MENTAL.

Um braco quebrado pode levar 60 dias pra voltar ao normal, porêm uma dominação profunda pode levar anos para a pessoa voltar ao normal, um spank mesmo com palmadas que pode causar lesão, estourar veias e romper a epiderme, e  pode ser dezenas de vezes mais perigoso que introduzir um prego na submissa..

 

O BDSM é um estilo de vida e desejo natural, que fluí livremente entre duas pessoas, sem precisar ter sua conduta ou tipo de prática catalagoda, e as pessoas precisam entender que não existe um manual BDSM.

 

As reais bases do BDSM são:

 

Um Dominante e eu dominado, realizando controle e práticas de forma São, Segura e Consensual.

 

Toda prática no BDSM é perigosa, principalmente as de dominação psicológica que são as que mais estragos fazem.

 

Práticas se aprende entendendo muito bem de anatomia, elas não se aprende estudando BDSM.

 

Não traga sentimentos e condutas de namoro,  casamento,   ideologia moralista e julgadora pra dentro do BDSM, é o tipo de pessoas que não deveriam estar no BDSM.

 

Seja livre pra realizar suas fantasias e de pouco ouvido para os preconceituosos, que hoje empesteiam o BDSM.

 

Todo o resto é balela pra que você  Dominante seja submisso de regras inventadas por alguêm que tinha pouca capacidade de Dominar.

 

 

MESTRE YoY