Mitos e teorias no BDSM

A comunidade a 20 anos 

 

* A comunidade BDSM atual e a de 20 anos não tem nada em comum, era formada por grupos muito pequenos de pessoas que se conheciam pessoalmente, o BDSM na Internet praticamente não existia.

* Podemos classificar em gerações com comportamentos bem diferentes, podemos classificar somente em grupos ativos na real.

   1 Geração surgiu junto com o Grupo Somos

   2 Geração surgiu com o 

* Praticamente não dava pra aprender BDSM sem estar num dos poucos grupos que existiam, simpesmente pela total falta de infomações disponíveis.

* As reuniões e festas no Valhala, dificilmente passavam de 20 pessoas as vezes 30. 

* Ninguem queria ser classificado como praticante de BDSM, pois era visto como Doente, pervertido e criminoso.

* As plays eram bem restritas.

* Existia uma hierarquia entre os Tops baseados no respeito e conhecimento, quando a gente chegava tinha que conquistar o respeito dos demais mostrando na real quem era e o que conhecia.

* O Valhala era o centro do BDSM real no Brasil.

* As primeiras plays de BDSM eram feitas em Clubes de Swing.

* O BDSM deve muito as Dominatrix, era elas que tomavam a frente, era na casa delas e com os acessórios delas que a comunidade cresceu, então pense duas vezes antes de falar mau de uma.

* Tinha que ter muita coragem e determinação para ir para um clube BDSM e isso era um filtro maravilhoso que separava os fetichistas dos praticantes de BDSM.

* O numero de praticantes Sádicos ou masoquistas era mais de 90% da comunidade.

* Os frequentadores usavam nick e não prefixos.

* Os prefixos de Rainha, Lord, Domme, Mestre e outros eram dados pelos praticantes aos conhecidos baseado no histórico e práticas dos mesmos, o prefixo Dom simplesmente não existia.

* FEdom, Rainha, Domme eram coisas bem diferentes.

 

O BDSM é um mundo machista.

 

* O BDSM sempre foi dominado pelas Mulheres, pratiamente todos os Clubes  BDSM pertenciam a mulheres.

* A participação masculina pra engrandecer de verdade o BDSM foi quase insignificante, a maioria se resumiu em fazer textos que raramente se aproveitava.

* Em todos os encontros o numero de mulheres sempre passava de 5 para cada homem e o numero de botton em relação a Tops chegava a passara essa proporção. 

 

 

Antigamente existiam rituais e cerimônias lindas.

 

* Quem diz isso não frequentou a comunidade antes de 2005, os Tops nunca faziam nenhuma cerimõnia para tratar a botton como uma noiva, a visão da botton era bem politicamente incorreta para o BDSM de hoje, A botton era só objeto de praticas e dominação.

* Os encoleiramentos era algo super simples para apresentar o novo objeto do Top ao grupo, nunca pra ser tratada como a atração principal.

* As cerimônias começaram a ficar mais pompudas e cinematograficas por volta de 2005, porque era bom comercialmente para o clube com objetivo de atrair mais gente.

 

 

TOP escreve em Maiúsculo e botton em minúsculo.

 

* Tem praticantes que acreditam que isso é liturgia BDSM, na verdade essa regra sugiu nos forum do YahooGroup, especificamente no forum do Desejo Secreto, os usuários praticamente não tinham perfil, e ficava difícil indentificar se ocomentário era de um Top ou de um botton, pra resolver isso colocamos essa regra, o que ajudou muito, mas nunca foi uma Regra BDSM.